Notícia

“Caldo missionário” abençoa igreja e Missões Estaduais em São Paulo

Em estratégia para a campanha de Missões Estaduais 2020 “Seja Uma Ponte: conectando pessoas a Jesus”, a Igreja Batista Jardim Morada do Sol (IBJMS) recorreu à iniciativa do “caldo missionário” para levantar oferta. A mobilização possibilitou arrecadação de quase R$ 900. Segundo o pastor auxiliar, Hudson de Jesus Carrilho, a proposta partiu dos promotores de Missões, o casal Nilton Nunes da Silva e Ana Maria Ihmes da Silva.

 

Nilton comentou que a ideia surgiu após período de oração em busca de como melhor conduzir a campanha deste ano diante dessa nova realidade de 2020. “Nós já havíamos feito outras cantinas missionárias, mas, neste formato de delivery, foi a primeira vez”, contou.

A cantina da igreja vendeu e entregou 107 caldos

Ele disse ainda que o resultado provocou surpresa. “Para nós, foi surpreendente por conta do momento atípico que estamos vivendo. Foi a primeira vez que tivemos que fazer uma mobilização a distância, apenas por redes sociais. Foi algo novo para nós”.

A princípio, o casal imaginava certa dificuldade para propor um alvo à campanha missionária - por isso nem estabeleceram uma “meta formal”. Tudo isso em razão da economia atual estar instável. “Muitos irmãos tiveram redução no salário. Outros foram dispensados, e muitos trabalham no sistema autônomo, onde houve queda considerável”.

Nilton destacou que, em toda essa adversidade, a Igreja se mostrou muito mais solidária. “Não somente aos membros, mas também à comunidade na qual estamos inseridos”, disse ao abordar as arrecadações e distribuições de alimentos realizadas.

Nós não estipulamos um alvo. Fizemos algo mais informal, mas confesso
que fomos surpreendidos por Deus e os nossos objetivos foram alcançados.”
Nilton Nunes, promotor de Missões da IB Jardim Morada do Sol

Para o diretor executivo do Conselho de Administração e Missões (CAM), da Convenção Batista do Estado de São Paulo (CBESP), pastor Adilson Santos, o apoio dos pastores Reinaldo [Tramarim] e Hudson, da liderança e o engajamento da Igreja mostram que é possível vencer esse momento com o amor missionário e solidário. “É uma grande alegria ouvir um empenho deste tipo. Isso é ser ponte. E ser ponte sobre grandes dificuldades”, destacou acerca da mobilização missionária.

A gerente de Missões Estaduais da CBESP, Harumi Kakugawa, enfatizou a disposição do casal da IBJMS em avançar sobre esses limites circunstanciais. “Louvamos a Deus por promotores de Missões como Ana e Nilton que se abrem ao Senhor e se empenham em inovar e reforçar ações já feitas antes”.

 

Chico Junior, jornalista da Convenção Batista do Estado de São Paulo